A aventura do Dani, nas ilhas

Estou em terras de Sua Majestade desde 22.Jan.2006. A quem interessar...



Aos amigos

3 comentários

O dia de hoje foi passado em casa. Um amigo ligou-me de Portugal logo de manhã para me dar uma má notícia, muito má. E há bocado apanhei com mais uma, felizmente um bocado mais soft. É exactamente nestas alturas que pensamos "O que ando aqui a fazer? Será que estou a perder um ano de trabalho estável em Portugal, ou oportunidades de trabalho daquelas que aparecem de dois em dois anos e que já não vou apanhar? Será que tinha feito melhor em ter lá ficado?". E a resposta aparece-me sempre como um redondo NÃO.
Não estou arrependido de ter vindo para fora nem me parece que venha a estar.

Mas custa... O que se perde em "casa" durante os 9 ou 10 meses que estamos fora pesa bastante. Quase um ano longe da família e dos amigos, é pesado! O não podermos estar lá quando alguém precisa, para dar "aquele" abraço que faz tanta diferença, em vez de um simples telefonema!
A vida prega-nos muitas partidas. Umas mais pesadas que outras, mas quase todas sem avisar. O que nos ajuda é saber que temos alguém que está lá para nos ajudar. Alguém que faz isso completamente de graça, sem sequer ser preciso pedir! E é assim que vamos passando por cima de todas as partidas da vida, mesmo as piores, e nos tornamos cada vez mais fortes.

Um grande abraço para os meus amigos e um especial para ti! Força!


Patrick, o santo.

1 comentários


Hoje é o dia do S. Patrício (St. Patrick’s day). É um dia em que os irlandeses andam todos contentes, não é que eu tenha visto, simplesmente sabe-se. Por acaso até vi, que em Londres ja havia um monte de bêbados a celebrar este dia no domingo passado.

Diz que o Patrício (a partir de agora, vou tratá-lo por Patricio, porque aqui em Inglaterra não se usam os “Senhor Doutor” ou “Senhor Engenheiro” e esses nomes com que os portugueses gostam de ser tratados. Usa-se só o nome e mais nada!) expulsou as cobras da Irlanda. Não é que alguma vez tenham existido cobras na Irlanda, mas foi ele que as expulsou! Foi isso e ter levado a Guinness para lá! Será que foi tudo ao mesmo tempo? Viram-se livres de cobras e tornaram-se bêbados...
Bom, o que é certo é que o Patrício morreu a 17 de Marco e é por isso que se celebra. Estranho, não? Fui agora ao pequeno-almoço e lá estavam as senhoras da cozinha, todas contentes com chapeuzinhos verdes com trevos, balões verdes, música irlandesa e cerveja preta. E parece também que as salsichas irlandesas são famosas, mas hoje já nao havia!?!

Ah, ia-me esquecendo... o Patrício tambem é lá qualquer coisa da igreja. Diz que é santo ou assim. É que disso, eu não percebo nada...


Neve

3 comentários


Está a nevar… por esta altura, acho que já devia estar habituado, mas continuo a achar piada, não sei porque!
Quero sol, será pedir muito? E, já agora, com um bocadinho de praia e pessoas simpáticas.

Os ingleses não são muito simpáticos. Chega-se de manhã e são todos porreiraços.
“Good morning, Daniel! How are you?”, ao que eu respondo “Not bad, you?”. Fim de conversa! O resto do dia e passado a tratar de coisas de trabalho.
Normalmente venho de Luton para o trabalho com dois estagiários. Fazemos meia hora de carro. Um é Inglês (o Dave) e outro é Malaio (o Kee-Yang). A noite e o dia. As vezes acontece que só vamos dois, porque o malaio vai mais cedo. É difícil acreditar nisto, mas meia hora de carro daria parta falar sobre imensas coisas… Mas não! No princípio ainda me esforcei um bocado mas agora já nem tento. O gajo não fala, ponto final! É muito educado, e tal, responde às perguntas que lhe faço, mas não passa daí! Acho que estou a chegar à conclusão que a malta inglesa mais nova tem um carinho especial por tudo o que é estrangeiro. Pelo menos aqui.
Com o Kee-Yang, aí muda tudo. Fala-se de tudo. Ele sente o mesmo em relação aos ingleses. Muito frios e muito fechados. Não têm amigos a sério.
O Kee-Yang é muito porreiro, vou ter que o levar a Portugal. Claro, já me convidou para ir à Malásia!
E o Kee que organiza torneios de futebol de Playstation. Eu não jogo futebol na Playstation. Tambem não jogo no campo, que ainda está muito frio!

Na pausa para almoço, que só alguns é que usam, ainda consigo conversar com alguns colegas. Os mais simpáticos, claro está, já foram a Portugal. Tentam sempre falar Português e articulam coisas como “Bom dia!”, “Como estás?”, “De nada.” e pouco mais.
Dizem maravilhas das mulheres portuguesas! Que são todas magras, bonitas e se vestem bem. PUDERA!!! Comparadas com os camiões que há por aqui, todas as portuguesas são verdadeiros modelos!
A todas as minhas amigas… Vocês são lindas! Espero nunca ter mandado nenhuma boca sobre o “pneuzinho” ou a “celulite”. Agora percebo que isso não é nada!
…A sério, estão bem como estão, muito bem. Mas não se estraguem!

Sai-se do trabalho cedo. Durante a semana, às 16:30 ou 16:00 e à sexta às 13:00 ou 15:00, respectivamente. Muda de semana a semana.
Depois de sair, é a meia hora de volta para casa, trocar de roupa, ir ao ginásio (ainda é do melhor que se faz por aqui de tarde, ainda tenho esperanças em arranjar outra diversão), voltar para casa, fazer o jantar, ver TV, ir a net e dormir! Agora percebo porque é que os Ingleses não são simpáticos, Não há diversão! Quer-se dizer, até pode haver, sempre há aqueles que saem do trabalho e se vão embebedar para o pub, mas esses eu não conheço (in)felizmente!

…melhores dias virão! Há-de haver sol, calor, miúdas giras e tempo para passear! Vão ver!


Fix You

2 comentários

Lights will guide you home
And ignite your bones
And I will try to fix you...
...podia ser uma frase ou poema qualquer, mas faz parte da letra de uma música. Fix You, dos Coldplay que consigo ouvir vezes sem conta sem me fartar.

Depois desta parte da música há uma guitarrada que ainda não consigo explicar o que me faz sentir. Só sei que é bom! Um grande amigo meu descreve-a assim "...faz-me lembrar de quando chegava à faculdade para ver da nota de um exame muito lixado e... tinha passado!!!"

Para mim, parece assim daquelas coisas que nos dá força como marcar um golo, fazer um cavalo na mota, dar um salto de ski, andar de lado num carro, beber um shot gelado de vodka, saltar de paraquedas, ganhar uma corrida, saltar da ponte de Vila Franca, tomar banho nú no rio, fazer uma pega de caras, beber uma garrafa de tinto de penalti (os mais atentos podem notar uma leve inspiração das 4 últimas numa passagem do gato fedorento) e, bem, outras coisas que toda a gente sabe...

Resumindo, oiçam que é bom! Para os que não gostam também há um bom remédio, não oiçam!

Parabéns, Chris Martin. Grande álbum! (e parabéns também pela Gwyneth ;-) )

...não tenho trabalho, depois dá nisto!




Como nao podia faltar, ficam aqui duas fotos tiradas do quarto do hotel. Acho que isto era mais ou menos o centro daquilo, mas nao tenho a certeza. O que e certinho e que so se via mesmo gente na rua de dia. Tambem nao e de estranhar, ja que com o frio, nao era mesmo nada agradavel estar sem ser dentro de portas, no quentinho.
Confesso que ja tinha algumas saudades de ver nevar a serio, pelo que andava na rua todo contente a recusava qualquer tipo de boleia que nao me deixasse ir a apanhar com neve na tromba! Os alemas acharam um bocado estranho, mas depois de explicar, la entenderam.

Acho que e mais ou menos como quando eles vao a Portugal e estao so 15 graus e eles descascam-se todos e vao para a praia... Estranhos!

Bom, vou ver se faco por aqui mais um bocadinho de trabalho para os bifes. Ainda bem que trouxe musica para ouvir hoje, ja que o trabalho esta a escassear. Aquele ditado do "Patrao fora, dia santo na loja" aplica-se tanto em Portugal como em Inglaterra. O chefe nao esta ca e estou sem trabalho. Ja estou a imaginar o que seria isto em Portugal... Falar com dois ou tres colegas o dia todo! Bom, se calhar nao seria bem assim, mas fica sempre bem por aqui isto!


Visitas

0 comentários

Este fim-de-semana tive ca visitas.
Tres amigos (nao ha fome que nao de em fartura)!
Foi muito muito fixe. Deu para matar saudades da malta e por um monte de conversas em dia. Ficou a promessa de ca voltarem mais umas vezes quando o muito-frio passar a ser ja-nao-tanto-frio-como-agora.

A viagem a Alemanha na semana passada correu bem. A sede da Opel fica numa terra ao pe de Frankfurt, chamada Russelsheim. Assim que aterrei estava a nevar "torrencialmente". Lindo!
Descobri que a partir das 6 da tarde nao se faz por la nada nem se ve ninguem na rua. Felizmente tinha comprado um livro no aeroporto que me safou as noites. Acho que o facto de ter lido um livro de umas 550 paginas em 2 noites explica tudo. A televisao ate que dava programas interessantes em Alemao. Se ao menos eu percebesse alguma coisa de Alemao sem ser os numeros e mais uma ou outra coisa...

Ah, dois dos meus amigos avisaram na quarta que vinham ca no fim-de-semana. O outro avisou na quinta... Foi bom que assim deu tempo para preparar tudo! LOL

A segunda-feira ja esta quase passada. Com esta coisa toda da viagem e visitas estou completamente de rastos. Foi dificil estar acordado o dia todo!

Boas visitas para todos!



Sobre mim

Últimos posts

Outros Blog's...

Arquivos

Links

  • visitantes desde 21.Feb.2006
  • Ver estatísticas